Teste Migrateste
Sofre de Enxaqueca?
Análises da actividade da DAO

Migrateste é uma prova de diagnóstico para medir a actividade da enzima DAO - diaminooxidase.
A ENXAQUECA é uma doença complexa, recorrente e incapacitante.

A cefaleia, por vezes unilateral, pulsátil, associada a fotofobia, náuseas e vómitos é o sinal clínico mais frequente e característico da enxaqueca.

A incidência em mulheres é cerca de 3 vezes superior à dos homens.

Há várias teorias etiopatogénicas da Enxaqueca e entre elas está a teoria Histamínica.
A Histamina é uma molécula presente em quase todos os alimentos e a capacidade para a metabolizar e eliminar é diferente de pessoa para pessoa.

Esta capacidade é determinada por uma enzima, a DAO intestinal.
Em pessoas com actividade normal desta enzima, a histamina da dieta é ràpidamente degradada.

Interpretação dos valores :
DAO < 40 HUD - Actividade muito reduzida da DAO
DAO. 40-80 HUD - Actividade reduzida da DAO
DAO > 80 HUD - Actividade normal da DAO

HDU : Histamine degrading units

1 HDU equivale à actividade da DAO que degrada 1 pmol/ ml ( 0.11 ng/ml) de histamina.

uma actividade reduzida da DAO dá lugar a um excesso de histamina no sangue, aumentando a probabilidade de apresentar diferentes tipos de sintomas e quadros clínicos, entre os quais está a enxaqueca, devido à propriedade vasoactiva da histamina - histaminose alimentar ou intolerância à histamina.

Os sintomas associados ao deficit de DAO são muito variados e representam patologias crónicas de grande prevalência na população portuguesa:

Enxaquecas e outras cefaleias vasculares
Transtornos gastrointestinais- diarreia, flatulência ou inchaço
Transtornos dermatológicos - pele seca, atópica, psoríase
Transtornos ósseos - com dores osteopáticas
Alterações musculares - com dores
Fadiga crónica

O aparecimento dos sintomas não está ligado ao consumo de um alimento concreto, mas pode-se associar a uma ampla gama de alimentos com conteúdos variáveis de histamina.

O aparecimento dos sintomas não é imediato.
Não existe uma relacção temporal directa entre a ingestão de alimentos com alto conteúdo de histamina ou libertadores de histamina e a crise da enxaqueca.

Diversos estudos revelam que 95% dos pacientes com enxaqueca apresentam um deficit da actividade da DAO.
Logo, nestes pacientes o deficit da DAO é o factor desencadeante da enxaqueca.

Isto possibilita o tratamento preventivo, com consequente melhora da qualidade de vida do paciente.




View Larger Map